Fotos antigas de cidades de Minas Gerais - XIX: JUIZ DE FORA

 
Fotografias da cidade mineira de Juiz de Fora, no remoto ano de 1906, quando a região foi atingida por uma enchente arrasadora, que deixou a cidade inundada durante 5 dias. Segundo reportagem publicada na revista Kosmos,  a enchente destruiu e abalou dezenas de edifícios, causando um prejuízo aos cofres públicos em cerca de mil contos de réis. Um terço da área da cidade foi inundada, atingindo a água inclusive  pontos como o "curtume Krameck”, a 20cm de alturas dos telhados: “durante esses dias intermináveis a cidade não teve outro espetáculo que não fosse a fuga desordenada em carroças, em panchas, em botes, da população da baixa do povoado: a passagem, entre choros e exclamações angistiadas, da gente pobre que buscava refugio nos logares altos; do acampamento, nas praças e edifícios não atingidos ainda, de uma multidão de nômades sem lar e sem pão; da invasão contínua, impassível, destruidora das choupanas, dos aramazens ou das casas confortáveis pela força niveladora do Parahybuna” (SIC: Revista Kosmos, edição de 1906)
JUIZ DE FORA (MG) -  1. Largo do Riachuelo, Rua da Gratidão e Mercado; 2. Rua 15 de Novembro (antiga Imperador), na sua parte alta; 3. largo do Riachuelo e Rua São Sebastião, durante a enchente que avassalou a cidade nos primórdios do século XX, no ano de 1906
JUIZ DE FORA (MG) -  Rua da Liberdade, por ocasião da grande enchente de 1906
JUIZ DE FORA (MG) -  Alfândega e estação durante a enchente de 1906
JUIZ DE FORA (MG) -  Largo do Riachuelo e Rua 15 de Novembro, quando a cidade sofreia as consequências da inundação de 1906 
JUIZ DE FORA (MG) -  Rua Carlos Otto durante a grande inundação ocorrida em 1906
JUIZ DE FORA (MG) - Vista geral da cidade, por ocasião da grande enchente de 1906

---

Fonte:
Kosmos: revista artistica, scientifica e litteraria, edições de 1906,  disponível digitalmente no site da Biblioteca Nacional Digital do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Excetuando ofensas pessoais ou apologias ao racismo, use esse espaço à vontade. Aqui não há censura!!!

Postar um comentário