"Dawkins para crianças"

Um livro dirigido para o público infantil (“Qual é o caminho para Deus?”), de autoria do neo-ateísta Michael Schmidt-Salomon, foi motivo de grande polêmica na Alemanha. O autor, além de ter sido acusado de anti-semitismo pelo Ministério de Família, foi severamente criticado por reduzir as três grandes religiões monoteístas (Cristianismo, Islamismo e Judaísmo) a suas vertentes fundamentalistas. O Ministério está convencido de que este livro, com sua ridicularização a três grandes religiões, incita o ódio entre a juventude.

Os defensores do neo-ateísta Schmidt-Salomon tem denominado o livro de “Dawkins para crianças”, em alusão ao ideólogo inglês Richard Dawkins e seu livro de auto-ajuda para ateu “Deus, um Delírio”.

Mais uma vez, portanto, essa nova ideologia ateísta escancara seu lado "religioso" mediante esta nova forma de catequese para crianças. ((rs))

É isso!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Excetuando ofensas pessoais ou apologias ao racismo, use esse espaço à vontade. Aqui não há censura!!!