Wikipédia como fonte de desinformação

A vulnerabilidade do famoso site Wikipédia em divulgar informações falsas, em alguns casos é de uma notoriedade escandalosa. Um caso acontecido em 2009 ilustra muito bem a fragilidade de uma enciclopédia cujo conteúdo é escrito por editores anônimos, muitos dos quais sem nenhum compromisso com a verdadeira difusão do conhecimento.

Shane Fitzgerald
, um jovem irlandês de 22 anos, resolveu testar a influência da “Wiki” como fonte de informação na Internet. Para isso ele inventou uma frase, que atribuiu propositalmente ao compositor Maurice Jarre (autor de trilhas sonoras como às dos filmes "Lawrence da Arábia", "Doutor Jivago", "Passagem para a Índia" etc.), logo após seu falecimento: “Quando eu morrer, haverá uma valsa de despedida tocando em minha cabeça, que só eu poderei ouvir”. Imediatamente a falsa notícia extraída da famosa Wikipédia espalhou-se pela Internet, sendo inclusive utilizada por jornais de respeito, como o “Guardian”.

Shane Fitzgerald
A Wikipédia orgulha-se de ser um espaço “democrático”, daí o lema “A Enciclopédia Livre”. Por ser assim “tão livre” (atente-se para as aspas) é que se torna muito suscetível de ser manipulada por interesses diversos e de divulgar notícias de teor duvidoso e em alguns casos até escancaradamente mentirosos. Recentemente um desses inumeráveis editores anônimos, talvez um adolescente delirando após cinco horas seguidas jogando games, introduziu na enciclopédia a falsa informação da morte de uma conhecida atriz brasileira. Dizia a “notícia”: "No dia 16 de junho a leucemia se agravou e foi internada em estado grave no hospital Albert Einstein, às 22 horas foi constatada sua morte. Muitos fãs fazem homenagens para a atriz, tanto em frente ao hospital quanto em sua casa” (JC). Mas este não foi um caso isolado. Há não muito tempo, outro que foi “assassinado” por editores anônimos da Wikipédia diz respeito ao ex-presidente argentino Carlos Menem. Enquanto numa revista argentina ele estava gravemente enfermo, na “Wiki” ele foi mandado sem piedade para o mundo do além (TERRA). Outro conhecido que um editor anônimo da Wikipédia “matou” dois dias antes de sua morte oficial, foi o irreverente Clodovil. Enquanto na “Wiki” ele “morrera” no dia 15 de março de 2009, no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, ele foi declarado falecido oficialmente dois dias depois, ou seja, no dia 17. E mais um famoso que “espichou as canelas” por obra da Wikipédia, foi o comediante norte-americano David Atkins, mais conhecido como Sinbad. Ele só ficou sabendo do ocorrido quando foi procurado por sua filha, que lhe telefonou, preocupada com a "notícia". O ator recebeu centenas de outras mensagens, emails e telefonemas de amigos e conhecidos, aflitos, querendo saber como ele estava (TERRA).

Diante da gravidade dos erros publicados na Wikipédia, um jornal alemão Süddeutsche Zeitung resolveu inserir intencionalmente informações erradas em diversos verbetes, com o intuito de averiguar quanto tempo eles permaneceriam online. O resultado mostrou que vários desses erros permaneceram por lá até o dia em que foi divulgada a pesquisa.

Outro problema com a Wikipédia refere-se aos interesses financeiros envolvidos. Em 2008, por exemplo, o criador da enciclopédia,
Jimmy Wales, foi acusado de ter aceitado uma doação em dinheiro a fim de tornar uma edição mais favorável de um artigo no seu site (TERRA). Um ano antes, em 2007, foi noticiado que a poderosa Sony havia supostamente se utilizado da Wikipédia para desmoralizar um produto concorrente. Esta não foi a primeira vez que uma companhia de games utilizou a Wikipédia para editar páginas de acordo com seus interesses. Em agosto a Electronic Arts teria removido uma referência que acusava seu fundador, Trip Hawkins, de práticas de negócios controversas” (TERRA).

A Wikipédia também é manipulada politicamente. Em 2007, por exemplo, o governo australiano
e sua equipe foram acusados de realizar 126 modificações em páginas da Wikipédia, no intuito de remover informações que poderiam causar danos à administração (TERRA). Também em 2007, noticiou-se a que usuários de computadores da CIA (agência de inteligência americana) e do Vaticano estariam entre os responsáveis por edições nos textos da enciclopédia online (TERRA).

O conteúdo da Wikipédia em alguns casos pode até prejudicar pessoas portadoras de enfermidades. Pelo menos foi o que constatou um grupo de médicos, que encontrou inúmeros erros em verbetes da enciclopédia: “
Os registos encontrados não incluíam informações importantes como, por exemplo, o facto de o anti-inflamatório Arthrotec poder provocar o aborto em mulheres grávidas ou de a Erva de São João poder interferir no efeito do Prezista, medicamento usado para tratar a SIDA” (SOL).

A vulnerabilidade da Wikipédia, como já havia escrito em outra ocasião, explica-se por várias razões. Por exemplo:
1. Qualquer pessoa pode introduzir ou alterar um verbete. São cerca de 3 milhões de internautas que fazem isso por dia;
2. Desconhece-se quem são seus administradores e quais são seus verdadeiros interesses;
3. Em certos assuntos há uma proteção extremamente velada. Tome-se, por exemplo, a Teoria da Evolução. É terminantemente proibido apontar os grassos erros de Darwin. Quanto aos opositores do darwinismo, ou mais exatamente, àqueles que se recusam a rastejar aos pé do naturalista inglês, esses são geralmente rotulados de “criacionistas”, numa clara intenção de colocá-los no mesmo bojo dos religiosos.

Obviamente há coisas muito boas e interessantes nesta enciclopédia online. Usada com critério, ela pode oferecer um bom suporte a pesquisas a determinados temas; todavia, deve-se ter em mente que se trata de uma fonte pobre e inconfiável, estando completamente sujeita a interesses diversos, dentre os quais, interesses ideológicos e financeiros.

É isso!

3 comentários:

  1. Olá, senhor Mendes.
    Eu sou espanhol e estou a estudiar português. Eu gosto muito de lir e de escutar muitas vezes contos en youtube, contos de Machado, tá claro. Eu quero lhe agradecer o seu travalho.
    Eu gosto também muito de wikipédia. É certo que a ideia é bizarra: uma enciclopédio onde toda a gente pode escreber? Mesmo os meninos? Eu diria que va ser um desastre mas não é. Os leitores escrevem e emendan, cada um escreve do que sabe e, à final, wikipédia é muito fiável. Ë verdade que por vezes os textos sao traduçoes pobres do inglês, mesmo assim, ela é boa!
    Adeus!

    ResponderExcluir
  2. Eu, de novo.
    Eu amo wikipédia. E eu acredito que a gente de wikipédia faz o mesmo que você. Eu quer dir: você escreve um blog, pôe audiolivros para todo o mundo poder ouvir literatura. Vocè travailha para espalhar o que você sabe e ama. Isso é wikipédia, isso é o labor dos voluntários da wikipédia.
    E as suas observações sobre Darwin... A teoria da Evolução não pode ser provada num laboratório, é claro, mas é uma boa teoria. Eu não sou biologista mas é una teoria lógica, explica miles de fenómenos. E após Darwin, a genética mostrou o fundamento físico das mutações. Para mim, ela é boa.
    E acho natural que as contrateórias nâo apareçam na wikipédia, também não aparecem nas outras enciclopédias, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo,

      Obrigado pela gentileza...

      A minha crítica à Wikipédia é questionável, contudo, os fatos parecem apontar para certa vulnerabilidade editoral da enciclopédia... Por trás de muitos de seus tópicos há gente realmente interessada em apenas difundir o seu ponto de vista, pouco importando a "outra" opinião... É claro que não se pode generalizar, mas devemos fazer uso dela com cautela... Abraços

      Excluir

Excetuando ofensas pessoais ou apologias ao racismo, use esse espaço à vontade. Aqui não há censura!!!