Fotos antigas de Hospitais antigos - IV

Um pouco mais da história visual de instituições hospitalares brasileiras, através de fotografias publicadas ao longo do século XX. Hoje um Especial sobre o antigo Hospital de Caridade do Braz, incluindo uma reportagem da época, em 1919, como segue:

“O ‘Hospital de Caridade do Braz’  (Instituto Luiz Pereira Barreto) edificado numa grande área de terreno na avenida Celso Garcia, 506, inaugurado em Julho de 1916, começou desde logo prestando, na medida das suas forças, incalculáveis benefícios à pobreza que a ele recorria.

É o único que presentemente atende aos indigentes dos populosos bairros do Brás, Belenzinho, Moóca e Penha. Possui agora, quatro espaçosas enfermarias, duas salas de operações, quatro salas de curativos, lavanderia, além das de mais dependências necessárias.

Na tristíssima fase da pandemia de gripe, bem patente se tornou a grande utilidade desta benemérita Instituição. Desde o início da epidemia, colocou-se à disposição dos poderes públicos e das classes pobres, fornecendo abrigo a mais de 300 doentes e prestando assistência externa a mais de mil gripados. O seu corpo clinico, com o eficaz concurso das caridosas Irmãs Zeladoras do S. Coração de Jesus, demonstrou nessa época e como sempre, uma abnegação louvabilíssima, uma dedicação sem igual, para com os infelizes doentes, cercando-os de todo o conforto possível e ministrando lhes um tratamento rigorosíssimo, à que em geral devem o terem sido salvos.

Para se avaliar dos relevantes serviços que presta o Instituto aos necessitados, basta ler um resumo do seu movimento: — mais de dois mil doentes foram internados nas suas enfermarias, tendo sido praticadas cerca de 2.000 intervenções — (incluindo as feitas em doentes externos) na sua maior parte de alta cirurgia. Provido de uma policlínica, forneceu 14.000 consultas de medicina e cirurgia, 600 de clínica de pele e sífilis, 1.100 de clínica de ouvidos, nariz, e gargantas e 4.460 de doenças de crianças, sem número de injeções e curativos foram ainda feitos. O gabinete de Odontologia, anexo à Policlínica, presta enormes serviços às inúmeras pessoas que a ele recorrem. Em sua Farmácia cerca de 15 000 receitas foram aviadas para doentes externos e 12.320 para doentes internos, gratuitamente.  Dispõe também de um laboratório para análises clínicas,  confiado à reconhecida competência do Dr.  Luiz Migliano.

Cresce esta Instituição extraordinariamente na sua obra benfeitora, para o que muito tem concorrido, de forma eficientíssima,  distinto e devotado benfeitor, Sr. Salvador Battaglia, que não tem poupado esforços em prol do contínuo desenvolvimento da Instituição e consequente benefício da pobreza em geral. Entretanto, para que melhor possa prosseguir na sua Obra de caridade, torna se necessário aumentar as instalações do Instituto, para o que já existe um projeto excelente.

Dirigida pelo Prof. Dr. Carlos Brunetti, nome já consagrado não aqui como na Europa, alta competência como grande cirurgião e medico abnegadíssimo, que grande carinho entrega-se denodadamente à pratica do bem — tem a Instituição o concurso de dedicados médicos, que bondosamente prestam os seus serviços sem a menor remuneração. São médicos assistentes os doutores A. Poci, P. Raia, M. Louzã, Teixeira Leite e R. Picerni. Os médicos especialistas são os doutores. De Vita, O. Puissegur e S. Laurito. O gabinete dentário é dirigido pelo senhor O. Lage.

Com o seu alto espírito de caridade e religião, prestam relevantes serviços na assistência aos doentes as abnegadas Irmãs Zeladoras do S. Coração de Jesus, auxiliadas por um corpo de habilitados enfermeiros. Vem a propósito lembrar ao público em geral que esta benemérita Instituição esteve já prestes a perecer por falta unicamente de recursos necessários, o que se não deu, entretanto, devido tão somente à benéfica intervenção do Sr. Salvador Battaglia, coadjuvado pelo distinto médico Sr. Dr. Carlos Brunetti que, de comum acordo, resolveram chamar a si o árduo e espinhoso encargo de manter esse indispensável Hospital de Caridade, fazendo, no desempenho desse piedoso e louvável compromisso, os mais dedicados e inauditos esforços. A despeito de tudo isso o Hospital ainda não atingiu o desenvolvimento que se deve exigir de uma Instituição que, como esta, é procurada diariamente por inúmeros pobres, necessitando, por isso, de aumentar consideravelmente as suas atuais instalações de forma a satisfazer cabalmente aos fins a que se destina” (Reportagem da Revista Fon-Fon, em setembro de 1919)

---
IMAGENS

Vista do "Hospital de Caridade do Braz", localizado à Avenida Celso Garcia, 506 - São Paulo - SP (1919) 

Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital (Entrada) - 1919 

Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital (Sala de Visitas) - 1919 
Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital, vendo-se o seu corpo clínico, ao centro, o Diretor Professor Dr. Carlos Brunetti - 1919

Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital (Sala de Operações) - 1919 

Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital, vendo-se um dos setores da enfermaria das mulheres - 1919 

Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital, vendo-se um dos setores da enfermaria dos homens - 1919  
Hospital de Caridade do Braz - São Paulo, Capital (Bairro do Brás), vendo-se a Capela 

---
Disponíveis no site da Biblioteca Nacional Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Excetuando ofensas pessoais ou apologias ao racismo, use esse espaço à vontade. Aqui não há censura!!!